por Otto Cerqueira Comentários


X-Men Origins: Wolverine te coloca no papel do herói de ossos de adamantium para lutar contra uma série de vilões mal-encarados. O game é publicado pela Activision e está disponível para Xbox 360, PS3 e PC.

Prós

A equipe produtora de X-Men Origins: Wolverine merece ser ovacionada por sua criatividade ao criar os movimentos do herói. Nos jogos anteriores era muito raro ver um Wolverine legítimo. O personagem tinha ataques desinteressantes e por isso ficava em segundo plano. Desta vez, foi ampliado ao máximo o seu poder de destruição. Diferente do filme, o herói tem ataques brutais como cortar braços, pernas, perfurar a barriga, e arrancar a cabeça de um piloto na hélice de seu helicóptero. O gore dá um gostinho de “quero mais” ao título.

Como o jogo não foi feito para andar segundo os passos do filme, não há a presença de alguns dos personagens, como o Ciclope ou a Jean Grey. No lugar deles entrou Sentinela, a máquina anti-mutantes.

Os detalhes da expressão facial de Hugh Jackman foram muito bem retratados no jogo, assim como os movies que são de ótima qualidade.

As lutas contra Dentes-de-Sabre e Gambit mostram-se bastante divertidas. A ação de cair sem pára-quedas, destruindo helicóptero por helicóptero, é emocionante.

Outro ponto positivo é a duração do game que é consideravelmente longa. Coisa que muitas vezes se torna raro para games do gênero.

Contras

A história do jogo é confusa e mal-feita. Não segue uma linha cronológica, em vez disso alterna diversas vezes entre passado e futuro. Assim como a história do jogo, os cenários – que são basicamente a África, uma “selva gelada” e uma sede tecnológica – ficam neste constante jogo de ping-pong.

O game é longo, mas não têm inimigos e ataques diversificados o suficiente, o que o torna bastante repetitivo, podendo chegar a ser enjoativo.

Apesar de criativas, muitas das cenas mais emocionantes mostradas nos trailers são apenas cutscenes não jogáveis.

O seu maior ponto fraco é a apelação em cima do poder regenerativo do Logan. Conforme você se regenera magicamente surge uma camisa para cobrir o peito de Logan. É também estranho que o seu jeans, outrora rasgado, se recosture sozinho. Durante o jogo Logan muitas vezes é explodido, metralhado e cortado, mas convenhamos que cair da estratosfera até o chão e ter apenas leves escoriações é um exagero completamente anormal. Esqueceram que o Wolverine não é o Superman.

O poder renegerativo é mais efetivo do que deveria e os inimigos são fáceis mais demais. Resultado: Jogo carente de dificuldade. Não duvidaria muito se me dissesse que a única vez que você morreu durante todo o jogo foi porque errou um pulo e caiu no buraco.